quinta-feira, 30 de abril de 2015

Feijoada #juntoscomcamila

De acordo com o Dicionário Aurélio, o conceito de solidariedade é "o estado ou condição de duas ou mais pessoas que repartem entre si, igualmente, as responsabilidades de uma ação". Pegando como exemplo tudo o que já foi feito para a campanha #juntoscomcamila, chegamos a conclusão que estamos levando ao pé da letra este conceito. Ou melhor, estamos indo muito além!!! Juntos, estamos dividindo as responsabilidades e multiplicando fé, esperança, alegria, união e confiança.
E está chegando o dia de multiplicar mais ainda! No próximo domingo, 03 de maio, acontecerá, em Belo Horizonte, a Feijoada #juntoscomcamila! O evento está sendo organizado pelo Encontro de Jovens com Cristo da paróquia de Santo Antônio dos Funcionários, do qual a Camila e o Henrique fazem parte! Cerca de 50 voluntários estão trabalhando para que este seja mais um evento de grande sucesso e que alcance seu objetivo: 100% do que for arrecado no dia será revertido para ajudar no tratamento da Mila. Estão sendo esperadas cerca de 500 pessoas.

E então? Você vai ficar fora dessa? Anota direitinho o endereço e mais informações sobre a Feijoada  #juntoscomcamila:
Que dia? 03/05/15
Aonde? No Colégio Santo Antônio (Rua Pernambuco, 880, Funcionários, BH)
Que horas? Das 12h às 15h
Quanto é? R$ 40,00 (este valor dá direito à feijoada a vontade e mais caipirinha!). Outras bebidas e também a sobremesa serão vendidas a parte.
Para não correr risco de não conseguir entrar (lembra do bazar?), você pode comprar o convite antecipado na Loja Papel Picado da Savassi (Avenida Getúlio Vargas, 1770). O pagamento é somente em dinheiro, ok?

O evento será um sucesso e contará com a banda de samba MPB Futebol Clube para animar os convidados!

Uma grande festa, concorda? E com um propósito muito bacana! 
Abraço,
Rodrigo Melo

quarta-feira, 29 de abril de 2015

De pais para filha!

Olá povo amigo, companheiro de jornada! Estou aqui hoje para fazer algumas reminiscências que mexem muito com meu coração e com meu espírito. Antes de iniciar, gostaria de dizer que a presença de todos que povoam este diário, tanto aqueles que escrevem quanto aqueles que leem, comentam e divulgam, tem nos trazido imensa satisfação e muita alegria por sabermos que não estamos sozinhos nesta batalha, muito pelo contrário, estamos rodeados de pessoas de fé, pessoas positivas que elevam nossa confiança e nos fazem sermos mais fortes. Obrigada a todos que compartilham conosco este espaço de fraternização, de partilha de dores e alegrias. Sem vocês seríamos menos fortes. Que Deus abençoe a todos!

Hoje é um dia muito especial para todos nós! Pais, irmãs, avós, tios, primos, amigos e conhecidos, encontram-se com os pensamentos cruzados formando uma forte carga de energia positiva pela Camila. E isto tem mais um motivo especial.

Camila e suas perninhas gordinhas!

Já se ouviu dizer que a vida é um milagre. Eu digo que a vida é uma sucessão de milagres! Há trinta e dois anos atrás se deu início a mais uma sucessão dos feitos grandiosos de Deus, uma vida foi colocada no mundo. Às 15 horas e 45 minutos do dia 29 de abril de 1983, numa sala de parto da Santa Casa de Caridade de Bom Despacho, chorou forte e determinada uma criaturinha gorducha, bochechudinha e vibrante. Para a alegria de todos chegava a Camila! Contrariando as frágeis previsões do médico obstetra, que desprovido dos eficientes recursos tecnológicos atuais (ultrassonografia) dissera que nasceria um menino (o que viria realizar o quarto sonho frustrado de um pai coruja que tanto queria um filho varão). Uma segunda opção foi lançada pelo respeitado Dr. João Tonani, a de que se não fosse menino seria uma futura miss, tamanha parecia ser a sua estatura. Para surpresa do médico , chegou uma menina com estatura de 51 cm, com perímetro encefálico de 37 cm, pesando 3,760 kg. O primeiro milagre acabara de acontecer, o nascimento de uma criança saudável, perfeita, linda, e muito esperada por todos, em especial por suas outras três irmãzinhas que ansiosamente aguardavam em casa.


Eu e Camila

Camila chegou diferente, contradizendo as previsões médicas e dispensando qualquer mordomia desnecessária. Poderia ter ido, após o parto, para um apartamento particular no hospital, como ocorreu com suas outras três irmãs, mas ela decidiu ser diferente. A maternidade estava vazia naquele dia, aquela hora (3h horas e 45 min da tarde) , não era a hora preferida dos bebês para sair do aconchego do ventre materno. A maioria prefere chegar à noite ou mesmo de madrugada, como fizeram suas irmãs. Sua sábia escolha não foi à toa, neste dia, a tia Bebete , enfermeira atuante no bloco da maternidade estava de serviço e avisou que a maternidade estava completamente vazia, à espera dela. E foi assim, que dentro de poucos minutos após entrar para a sala de parto, que ela foi recebida no quarto número 2 (dois) da enfermaria, onde para surpresa de todos, já se encontravam seu pai e mais algumas pessoas, que aproveitando o horário de visitas aos pacientes da enfermaria, foram visitá-la. Tia Bebete, chegou carregando-a com tamanho orgulho que ganhou-a como afilhada. E durante todo tempo, foi uma tia e madrinha presente, carinhosa e amiga.

Os dias se passaram , alguns anos se foram, mas as boas lembranças nunca desapareceram. Lembro-me como se fosse hoje das folias que ela fazia junto com a meninada que se aglomerava em nossa casa para brincar de casinha. Aos sábados, quando eram trocados os lençóis das camas, era dia de brincadeira de casinha, no quintal. Fernanda (que estava presente praticamente todos os finais de semana), Lisa, Lisiene, Janete,Regiane e mais alguém que chegasse , se juntava às quatro e iam montar a casinha usando os lençóis para fazer as cabaninhas. A brincadeira ia até ao anoitecer quando todas se reuniam em cima de uma única cama de casal que havia no quarto de televisão. Ali, tudo acontecia. Cochichos, gargalhadas, brigas, choro e tudo mais .Certa vez a Fernanda chegou em nossa casa de braço quebrado. Depois de muito brincar se reuniram no quarto de televisão e a certa altura ela e a Camila brigaram , agarrando-se literalmente de unhas. Foi aí que aconteceu um fato inesquecível... como estava de braço engessado, não tendo destreza para se defender , a Fernanda usou o gesso do braço para atacar. Deu gessadas na cabeça da Camila, fazendo-a recuar aos prantos! Alguém precisou socorrer a Camila, mas a preocupação também era se o braço da Fernanda não teria sido prejudicado, pois afinal, o gesso era para imobilizar o braço e não dotá-lo de força e movimentos bruscos. Graças a Deus nada de mal aconteceu. Alguns minutos depois as gargalhadas e sapequices voltavam como antes!

Camila na mercearia da família

Camila e seu bebê

Parafraseando a Fernanda, que hoje nos tem dado belas lições de amizade, de companheirismo, de dedicação incondicional, uso de uma frase que ela tem sempre repetido no decorrer desta nossa caminhada em busca da cura da Camila: “Deus é bom o tempo todo”. Então, como Deus é bom o tempo todo, Ele fez com que a Camila crescesse em meio a tamanha alegria e desenvolvesse a personalidade que ela tem hoje e que tem sensibilizado tantas pessoas. Agradeço a Deus por isto. E hoje, em especial quero agradecê-LO pela vida da Camila, pela alegria que ela tem nos proporcionado , por ela ser para nós e para muitas pessoas que acompanham a sua caminhada, um exemplo de fé, de perseverança e de garra.

Que Deus Pai Misericordioso, que operou tantos milagres em nossas vidas continue nos creditando graças, dando-nos força, equilíbrio e serenidade para fazermos jus à sucessão de milagres que tem sido a vida da Camila e a vida de cada um de nós.

Parabéns Camila! Que Deus continue de protegendo, te guardando, te curando e fazendo-te esta pessoa maravilhosa que você é.

Beijos...Te amamos muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuiiiiiiiiiiiiiiiiiiito!      

Maria Aparecida Leles (Maricota)


Camila,

Estou feliz pela missão que recebemos. Estou com   VOCÊ no combate a estes bichinhos que tentam lhe incomodar. Eles, tenho certeza, nunca imaginaram encontrar tanta resistência. Imaginaram que VOCÊ se deixaria abater; que estaria só. Porém, numa reação histórica VOCÊ com sua admirável postura provou a todos nós que possui uma FÉ inabalável em Deus e seus assessores: N. Sra. Aparecida, Pe. Libério, juntamente com seu filho Jesus Cristo. 

Agora, com 32 anos de idade, uma Senhora-Menina madura e consciente da situação tenho que PARABENIZÁ-LA, augurando-lhe  muitas felicidades, muita paz, muita saúde e muitos anos de vida. Você Camila, com sua maneira peculiar de ser tem nos cedido muita força.  Tem, inclusive, me ensinado muitas coisas nobres. Como aprender a lidar com as novidades de nossa existência humana; o grande segredo da vida. Seu jeito de ser está surpreendendo muito a mim, seu próprio pai. Sua atitude gira mundo levando uma mensagem de otimismo; sempre demonstrando muita fé em Deus.  Seu carinho com seu esposo Henrique, homem dedicado a VOCÊ, demonstra  que o mundo tem muito a ganhar deste belo exemplo.

Pai e filha

Parabéns Camila, Deus lhe abençoe!

Antônio Dimas de Rezende

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Amigos de fé! Amigos em Deus!

Olá, diferente de muitos posts que vi por aqui, eu não conheço a Mila desde a maternidade.. Conheci a Mila quando ela já estava com o Henrique, antes de se casarem. Porém em um lugar muito especial, onde muitas outras pessoas também a conheceram (inclusive o Henrique) em nossa igreja: na Paróquia de Santo Antônio!!

Nos tornamos amigos de fé, do tipo que se reúne para ler a bíblia, estudar, partilhar.. Do tipo que viaja junto, vai para o bar, jogar conversa fora, divertir e rir até a barriga doer.. Assim como a Mila fiz muitas amizades sinceras que se fazem presente em todos os momentos: nos melhores e nos mais difíceis!

Foto do reveillon 2012/2013 na companhia dos amigos de nossa igreja!!!

Amigos que podemos contar para nos acompanhar para festas e bares, mas que também estão a disposição para rezar, ser suporte e estar ao nosso lado, quando o mundo parece desabar!!!

Foi essa a sensação que a Mila usou para explicar o que sentiu quando recebeu o diagnóstico, e acho que foi um pouco do que eu senti quando descobri o que realmente estava acontecendo...

No fim do ano passado, me lembro claramente de um dia em que abri o Whatsapp, de um grupo dos amigos da igreja, e todos estavam rezando a oração do Pai Nosso (por mensagens) pela Camila... Na mesma hora, não imaginava o que podia estar acontecendo, mas assim como os outros me pus a rezar e pedir que Deus estivesse ao seu lado... Assim que acabou a oração, fui entender um pouco do que estava acontecendo: estávamos pedindo a Deus pelo exame (biópsia) que ela estava realizando naquele momento...  Por estar distante, não me envolvi demais, até para dar o espaço que precisariam...

E essa distância permaneceu, até o dia em que chegou a notícia de que a Camila e o Rohlfs teriam acabado de chegar nos Estados Unidos.. A Camila estava com câncer de pulmão em um estagiamento avançado  e o resto vocês já sabem... Me senti fraco, incapaz de ajudar, e nesse momento me vieram a cabeça muitas lembranças... Me lembrei de quando a Mila começou a espalhar pra todo mundo que eu não gostava de abraçar e desde então comecei a ganhar muitos abraços...

Pensei que estando aqui nos Estados Unidos, pelo menos poderia estar mais próximo e ajudar de alguma maneira... Foi quando conversamos pelo skype: eu, a cabrita (minha linda namorada, que também está estudando por aqui), o Rohlfs e a Mila... Tudo o que eu menos imaginava era que encontraria a mesma Mila de sempre, brincalhona, confiante, cheia de fé e esperança... Quando estávamos conversando e que me contaram da dificuldade financeira que enfrentariam, eu (irresponsavelmente, mas com o coração confiante) falei que não se preocupassem pois se precisassem de um milhão de dólares, eu e os seus tantos amigos encontraríamos um milhão de pessoas boas que pudessem lhe ajudar com um dólar...

Neste dia, vendo a fé que transbordava na Mila, percebi que me faltava fé e por providência divina, no dia seguinte fui a adoração ao Santíssimo Sacramento, da igreja que participo por aqui... Fui, rezei, coloquei literalmente a Mila (em um papelzinho) aos pés do Santíssimo... Pedi a Deus algo que nunca tinha pedido: um milagre.. Me lembro que um americano, que sempre ia aos estudos bíblicos mas nunca tinha conversado comigo, veio me perguntar o que me levava até lá naquele dia... Contei a ele a história da Mila e ele me disse: “conte com minhas orações..” Acho que era exatamente o que eu precisava de ouvir... Reconhecer que não somos capazes de muita coisa, mas que nestas limitações é que temos de ir ao encontro de Deus e deixar com que Ele cuide...

Ele cuidou tanto que no Spring Break conseguimos ir (eu e a cabrita) visitá-los. E essa visita realmente mudou nossa vida...

Camila, Cabrita, Pedro, Eu e Gabriel: Viagem solidária a Araçuai em Jan/2013

Mudou nossa vida ver que uma pessoa em uma situação onde tantos desistiriam ou se dariam por derrotados, é a que mais tem força, se diverte e é feliz... Mudou nossa vida ver de perto que são MUITAS as pessoas que acreditam no bem e enviam mensagens de fé e esperança, mesmo sem a conhecerem... Mudou minha vida ver que mesmo estando longe de casa, Deus não os deixou sozinhos, colocando os melhores anjos para cuidarem dos dois...

Mas o que mais mudou minha vida foi uma coisa simples, que todos nós somos convidados e perdemos a oportunidade de fazer.. O que mais mudou minha vida foi um convite que nós recebemos do Rohlfs e da Mila para acordar todos os dias as 05h00 da manhã para, juntos, rezarmos pela saúde da Mila... O que mais mudou minha vida foi que esses poucos dias juntos fizeram com que desde então eu passasse a reservar um horário para falar com Deus... Um horário que eu pudesse me calar diante dos barulhos do mundo e escutar a voz de Deus...

Um dia, me veio a vontade de levar essa graça a mais pessoas e junto com outros amigos criamos uma campanha: “15 Minutos de Oração”... Contei pra ela sobre a ideia e, mais uma vez com muita sabedoria me disse: “Por mais que consigamos arrecadar fundos para o tratamento, não será só isso que vai me curar. É Deus que tem o poder de me curar, e a oração das pessoas é fundamental!!!”

Quem quiser se unir a nós nessa corrente de oração, o link ta aqui:

Mila e Rohlfs, tenho muita fé e esperança de que a missão de vocês está apenas no começo, sejam fortes e perseverantes..  Obrigado por me ensinarem a falar com Deus, ouvir a Sua voz e ver a ação do Espírito Santo em nosso meio..

Um abraço bem apertado,

Dudu
                                            
“Deus nos fala, nos escuta e se faz presente todos os dias no meio de nós..”


quarta-feira, 22 de abril de 2015

União, fé e alegria!

Eu sou a Vivi, irmã mais velha da nossa querida Mila! Já faz um tempo que estou querendo escrever aqui no Diário de Milagres! No último final de semana estive em Casa Branca, um lugar importante, no meu ponto de vista, na historia pós diagnóstico da Mila... e algumas lembranças vieram à minha memória.

Eu segurando Mila em meus braços!

Foi ali que passamos o nosso réveillon de 2015! No final do ano, um pouquinho antes do Natal, recebemos a notícia do ‘temido diagnóstico’ e resolvemos não passar o Natal em Bom Despacho, como sempre fazemos! Preferimos ficar em BH, pois, mais exames seriam necessários e se a Mila sentisse alguma coisa estaríamos próximos dos médicos que estavam cuidando do caso. Há vários meses, havíamos programado que passaríamos o réveillon todos juntos... nós irmãs com os maridos, nossos pais e nossos sobrinhos!

Nossa família sempre foi assim, grudada, onde um está o outro também quer estar! E havíamos resolvido passar o réveillon em um sítio em Casa Branca junto com a família do André, meu marido.

Acho importante abrir um parêntese para dizer que me lembro perfeitamente do dia em que minha mãe me ligou para dizer o resultado da biópsia. Eu estava trabalhando e a ansiedade era enorme! Com uma voz firme ela disse que o resultado havia sido confirmado. Chorei feito uma criança, a dor era tão grande que não conseguia parar de chorar. Minha mãe com sua força enorme, a qual a Mila herdou geneticamente, me disse que o oncologista havia dito que nessa nova fase da vida da Mila ela iria se deparar com pessoas que a deixariam para cima e pessoas que a deixariam para baixo, e que ela precisaria eliminar as que a deixariam para baixo! E então minha mãe me disse: “Vivi, você quer que a Mila te elimine da vida dela?”. Engoli o choro, e deste então me lembro dessas palavras fortes e verdadeiras que minha mãe me disse!!!

      Sempre fomos verdadeiras amigas, adoramos bater um papo
      e dar umas boas risadas!!!

Digo que Casa Branca foi um cenário importante nessa história porque deixamos para a Mila e o Henrique decidirem se queriam ir para o sítio... e eles nem se quer pensaram em não ir! E nossa semana foi fantástica: todos juntinhos, alegres e com uma coragem enorme para enfrentar o que tivesse que ser enfrentado nesse ano de 2015!

A Mila, com sua alegria imensa (costumo dizer que sua alegria é comparável a fogos de artifícios), com sua fé e força fortaleceu a todos nós, para enfrentarmos o que tivesse por vir! Nessa semana fizemos caminhadas todos os dias, subimos e descemos morros... e  a Mila havia acabado de passar por uma cirurgia, mas ela segurava seu bracinho... brincávamos que era sua asinha (abaixo do braço era o local do acesso da biópsia)... e assim comandava a caminhada! O Henrique sempre a estimulando, ele nunca duvidava da força e energia da nossa querida! Ali percebemos que eles seriam verdadeiros  guerreiros na luta contra o câncer!

Nossos pais nos ensinaram desde crianças que o amor e o companheirismo entre irmãs era algo extremamente importante!

E assim com muita alegria, união e fé passamos o nosso réveillon! Reunimos pessoas extremamente queridas, nossa família, os pais do Henrique e a família do André! Posso dizer que foi o melhor réveillon da minha vida, porque ali estavam reunidas pessoas que amo demais!

O nosso ano começou assim, todos juntinhos e alegres! E hoje, relembrando os momentos felizes daquela semana, percebo que a união da minha família (devemos isso aos nossos pais) é extremamente importante para nos dar força para enfrentarmos os problemas que encontramos pelos caminhos da vida!

A força, a fé e a alegria da Mila e do Henrique nos fortalecem a cada dia!

Sei perfeitamente, que o ano de 2015 marcará para sempre a história de nossas vidas! E acredito fortemente, já disse isso para minhas amadas irmãs, que daqui há uns bons anos seremos quatro velhinhas falantes e sorridentes, contando histórias de vidas felizes marcadas pela união, fé e alegria!!!

Não temos uma foto da noite do reveillon... mas garanto que foi uma noite linda! Naquela semana fomos ao Inhotim e foi um belo passeio!

Um forte abraço da irmã mais velha da Mila! Continuem sempre torcendo por nós!

Fé e alegria sempre!!!

Viviane Leles

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Livro de memórias

Ainda bem que algumas pessoas escreveram no meu lugar...kkkkk! Eu adoro escrever os posts e relembrar tantas coisas que se passaram em tão pouco tempo, mas também gosto muito quando alguém escreve e me torno simplesmente uma leitora...

Estou lendo o livro "Sorrir é o melhor remédio", escrito pela Thais Macedo Martins Sarapu. Ela tem 34 anos, reside em Belo Horizonte com o marido e os dois filhos. É graduada em direito e exerceu a profissão de Juíza do Trabalho junto ao Tribunal Regional do Trabalho da 3a Região. Em abril de 2013, recebeu o diagnóstico de câncer no intestino em estágio avançado, com metástase em outros órgãos. "Sorrir é o melhor remédio" é o livro de memórias da Thaís, nele ela conta sobre a infância, adolescência, amores, pavores e a luta contra o câncer... Através da Júnia, minha sogra, a Thais me enviou seu livro com dedicatória e tudo e ainda vai doar parte da venda dos livros para o meu tratamento!!! Enquanto leio seu livro um filme passa pela minha cabeça, porque tenho a tendência de relembrar grande parte da minha vida. E inspirada pela Thais e por outros incentivadores, também pretendo escrever um livro com as minhas memórias. Portanto, deixo uma abertura aqui, qualquer pessoa querida, que fez ou faz parte da minha caminhada, mesmo que não me conheça pessoalmente, pode escrever um post e enviar para o meu email (cacaleles@gmail.com), então esses posts serão publicados no diário de milagres e no futuro livro.

Gostaria que vocês soubessem que as mensagens deixadas na minha página do facebook (Camila Leles de Rezende Rohlfs), na página do diário de milagres (Diário de Milagres.Camila Leles), no instagram (@cacaleles e @diariodossantos), no blog (Diário de Milagres) e no meu email são todas lidas, nem sempre no mesmo dia, e muito apreciadas.

Não tenho conseguido responder as mensagens, principalmente nas últimas semanas que estava um pouco mais enjoada, mas sempre leio e fico super feliz. Pretendo selecionar algumas, talvez muitas, dessas mensagens para colocar no livro... tem cada mensagem encantadora, lições de vida, incentivos, carinho... Portanto não deixem de dividir comigo as coisas que pensam e sentem, eu adoro e sou ótima leitora, melhor do que escritora!!!

Já estou com um post em andamento para continuar com a história dos milagres que nos trouxeram até aqui. Ainda essa semana postarei!

Nos últimos dias recebi muitas mensagens perguntando se eu realmente estava bem, pois tinha sumido. Então resolvi de coração aberto confessar uma coisa para vocês, já até expliquei um pouquinho no insta e no face, os efeitos colaterais apertaram um pouquinho, principalmente os enjoos, e eles pioram quando estou fixa na tela do celular ou do computador...kkkkkk. As vezes começo a fazer uma postagem e preciso parar no meio do caminho, deitar e recuperar as forças! Mas não estou triste e nem desesperada com isso, procuro respeitar meu corpo e os limites dele, afinal de contas, corpo e mente precisam estar em sintonia, concordam?

Na semana passada estava um pouco irritada com a injeção anticoagulante que tomo diariamente. As aplicações são feitas na barriga, ao lado do umbigo, um dia do lado direito e no outro dia do lado esquerdo. O problema é que esses dois lugares começaram a "roxear", doer e sair sangue no momento das aplicações, então me revoltei contra as seringas. Ficava um pouquinho mal humorada quando ia aplicar, mas procurava focar nos efeitos benéficos das "benditinhas"... elas me livram de uma embolia pulmonar dia após dia. E já não estou de mal humor com elas, na sexta conversei com a enfermeira e ela liberou a aplicação em mais dois lugares, agora tenho 4 lugares para alternar...kkkkkk!

Também ganhei mais um apelido carinhoso do meu queridíssimo Chico Lico: Chokitinha. Por diversas vezes pareço me fantasiar do tão apreciado chocolate chokito, principalmente testa e queixo...kkkkkk!

Mais uma coisinha que queria esclarecer, visto que muitas pessoas me perguntam, o meu cabelo não vai cair, pelo menos não mais do que ele já caía...kkkkk. A imunoterapia, tratamento que estou submetida, ao contrário das quimioterapias, aumenta meu sistema imunológico e não causa queda de cabelo, portanto continuarei com as minha madeixas...kkkkk!

Mantenha a alegria de viver, isso faz a diferença!

E para finalizar nossa conversa de hoje deixo o mais belo aprendizado de todos os tempos: Deus é amor, Ele está no controle sempre e não nos abandona jamais!!! 

Como cresce meu amor, admiração e entrega à Santíssima Trindade (Pai, Filho e Espírito Santo) e à minha madrinha querida, Nossa Senhora!

Que Deus ilumine nossos caminhos, que nos carregue no colo quando necessário e que principalmente abra nossos olhos e corações para o amor!!!

Muitas bjoksss animadoras e carinhosas

#juntoscomcamila

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Foi lindooooo!

Olá!!! Eu sou a Cissoca, irmã da Miloca!!!

Hoje escrevo este post para agradecer, em nome de toda a nossa família, pelo sucesso do bazar que aconteceu no último sábado, dia 11 de abril de 2015, no Espaço Alphorria, no Prado.

Primeiramente, agradecemos à querida Lu Pessanha, mentora do evento!!! A Lu, juntamente com sua equipe, providenciou o contado com os lojistas do Prado e arrecadou, uma a uma, a maioria das roupas e acessórios doados em prol da campanha #juntoscomcamila!!! Da mesma forma, coube a ela (e a sua equipe) a organização impecável dos artigos doados no espaço gratuitamente cedido para a realização do evento. Até mesmo os cabides utilizados para exposição das roupas  nas araras foram providenciados pela Lu. E olha... não foram poucas peças!!! Foram em torno de 1.800 peças: roupas, cintos, bolsas, colares e sapatos!!! Sem a iniciativa e a dedicação da Lu Pessanha o bazar não teria acontecido!!! Muito obrigada!



Agradecimento especial a todos os lojistas (das marcas do Prado, também à Cacau, à Equipage, à Eva, à Por 1 Fio, à Luna, à Patogê, à Fátima Loureiro e à Sacra Jóias) que contribuíram para a realização do bazar, com doações e com a organização do evento!!! Na sexta-feira, quando cheguei em Belo Horizonte, quase todas as roupas já estavam nos cabides e as meninas (lojistas do Prado) estavam no Espaço Alphorria finalizando, para que tudo ficasse perfeito no dia seguinte, como, de fato, ficou!!! E no dia seguinte (o grande dia), às 7:30 da manhã de pleno sábado, as meninas e os meninos estavam lá, firmes e fortes, com um sorrisão no rosto, abrindo mão de descansar com suas famílias!!!



Muito obrigada também à equipe Alphorria, que, com muito carinho, cedeu o lindíssimo espaço para que o evento acontecesse!!! Eles não mediram esforços para nos ajudar!

Também quero agradecer nossa querida prima-irmã Nanda, que ajudou bravamente na divulgação do evento!!! Que fez a ligação entre a Lu Pessanha, a nossa família, as redes sociais, a rádio 98 FM e todos que ali estavam no maravilhoso sábado!!! Ela é aquela pessoa que pensa nos detalhes dos detalhes, para que tudo saia perfeito... Rsrs. Nanda, você tem sido o tempo todo essencial!!!

Agradecimento especial à Tia Lela, que não é nossa tia de sangue mas que aceitou de forma carinhosa este título por nós pronunciado com imenso prazer!!! Ela conseguiu as doações das sacolas e dos uniformes, permitindo que ficássemos lindas e orgulhosas de carregarmos  no peito a campanha #juntoscomcamila!!! Gostei tanto da minha blusa que, neste exato momento (10:40 horas de domingo rsrs), enquanto escrevo este post dentro do ônibus voltando para o Rio, ainda continuo com meu uniforme de ontem!!!



Obrigada João Luiz (gerente do Banco do Brasil), Lívia (da Cielo) e Fabiana (também da Cielo) que lutaram bravamente pela maquininha do cartão!!! Foram dias lutando por esta máquina!!! Foram várias tentativas frustradas, mas acreditávamos que de alguma maneira Deus, mais uma vez, iria colocar seu dedinho onde era necessário. E não é que aconteceu? A fila para o bazar começou a se formar às 7h30, e nesse horário estávamos com várias máquinas de cartão na mesa, mas nenhuma funcionava! Na noite anterior, havíamos ficado até 2h00 da madrugada fazendo cadastro no PagSeguro e testando várias vezes no cartão. Vários pagamentos de R$ 1,00 foram efetuados com sucesso!!! Mas às 8h40 do sábado, quando fizemos um último teste, a máquina bloqueou e nada mais passava!!!  Mesmo assim, a entrada foi liberada. E adivinhem? Às 9h00 o portão foi aberto e o pessoal começou a entrar, a fila já dobrava o quarteirão... Que desespero!!! Sem a maquininha do cartão o evento poderia ser um fracasso, mas às 9h02 tudo foi resolvido!!! A maquininha que há vários dias tentávamos receber entrou por aquele portão!!! Ufa! Deus é muito grandioso!!! E o evento foi o sucesso que foi!!!



Às 11h00 já não tínhamos praticamente nenhuma peça nas araras (que antes estavam lotadas)! Às 13h00 o bazar foi encerrado!!! A 98FM, que iria fazer uma blitz nas proximidades para chamar o pessoal para o bazar, teve que alterar a programação e divulgar que, devido ao grande sucesso do evento, o bazar estava finalizando!!! Foi bonito de ver!!!!! Quero agradecer mais uma vez ao pessoal da 98FM que está com a gente desde o início da campanha! Foi emocionante ouvir durante duas semanas, todos os dias, as chamadas para o bazar! Fica aqui o nosso abraço especial para o Rodrigo Carneiro, para a Jô, para a Camila, para o Pablo, para a Nat, para os meninos do Graffite e por todos da rádio que estão nos tratando como clientes VIPs!



A tia Lourdes estava enviando, em tempo real, tudo para a Mila. Mas, em razão do fuso horário, quando a Mila acordou e viu todo o ocorrido pelo WhatsApp, ela deu aquela risada maravilhosa que só ela sabe dar e disse: “Nossa!!! Agora que acordei e o bazar já acabou!!!! QUE SUCESSOOOOOOOO!!!!!!!!”.

Um mega agradecimento a cada pessoa que esteve presente a abraçou a causa #juntoscomcamila. Vocês foram a razão desse sucesso!!!!! Tudo por nossa queridíssima Miloca!!!!

Muito obrigada pelo carinho e solidariedade de todos!!! Nossa família agradece e reconhece muito o esforço de cada um que contribuiu para que este evento se tornasse realidade!!!



Arrecadamos R$ 51.565,00 (sem descontarmos a taxa do cartão de crédito). Que Deus abençoe cada um de vocês!!!

Um grande abraço,

Cecília Leles

quinta-feira, 9 de abril de 2015

#camilafashionday

A vontade de Deus é boa, perfeita e agradável! Eu sempre li essa afirmação na Bíblia e a aceitei porque aprendi a confiar nos planos do Senhor para a minha vida... Mas foi a partir de dezembro de 2014 que eu pude vivenciar o que é estar no centro da vontade do Pai!

Quando fui surpeendida pelo diagnóstico da Mila, fiquei sentada no chão do meu quarto por mais de uma hora... tentando entender o que estava acontecendo! Com a porta do meu quarto fechada chorei muito! Estava doendo demais... e não tinha nada que eu pudesse fazer para que tudo aquilo não passasse de um pesadelo! Até que O meu melhor amigo sentou ali do meu lado... e com a voz mais calma do mundo disse que ia dar tudo certo! Que só precisávamos confiar! E como Jesus não mente nunca, eu confiei!

E a partir daquele dia Ele tomou frente da situação... Levou nossa menina para Houston, para ser tratada no melhor lugar do mundo em oncologia! Ele separou pessoas especiais para receber a Mila e o Henrique... Mas aí precisamos acreditar mais uma vez que Ele não perde o controle de nada! Pois agora, além da doença tínhamos a batalha financeira... Tudo bem! Ele é dono de todo ouro e toda prata dessa terra!

Jesus mexeu seus pauzinhos de novo... Nos deu estratégias... Nos capacitou, e mais uma vez colocou para trabalhar uma multidão de anjos a nosso favor!

E hoje estou aqui para celebrar mais um dos grandes feitos daquele que morreu na cruz para nos salvar! Ele preparou o #camilafashionday para arrecadarmos mais um pouco do valor que a Camila precisa para o seu tratamento.



O bazar será realizado no dia 11/04/2015, de 09h00 às 15h00, lá no Espaço Alphorria que fica na Rua Platina 241 - Prado (sim!!! já foi divulgado um outro endereço antes mas o certo é esse aqui!). Todas as peças foram doadas por lojistas muito queridos e toda a venda será revertida para o tratamento! Além das que aparecem na arte também vamos ter: Luna, Patogê, Equipage, Sacra Jóias e Eva.

Gostaria de fazer um agradecimento especial a anjos que estão nos ajudando de uma forma super ativa para que esse bazar seja um sucesso! Em primeiro lugar gostaria de agradecer a Lu Pessanha... mulher incrível com um coração do tamanho do mundo! Também quero mandar um beijo especial pra Tia Lela, que tem me ajudado a pensar de forma eficiente e corrido atrás de tudo que vamos precisar! Não dá para esquecer do pessoal da 98FM que não tem medido esforços para divulgar o nosso bazar (OBS.: hoje a Mila vai participar ao vivo do Grafitte, às 18h00)! E fica o meu abraço para a Belpa Embalagens que nos doou as sacolas e para a Máxima Camisetas que nos presentou com camisas para os voluntários do dia do evento!!!

Meninas do Fashionistando, Paula da Alphorria, Fabiana da Cielo, Pablo da 98FM, Ju Guedes pela arte das camisas e das sacolas... vocês são especias demais! Que Jesus surpreenda cada um de vocês de uma maneira sobrenatural!

Pessoal, não deixem de ir no bazar! O dinheiro arrecadado será muito importante para a cura da Mila! As peças que serão vendidas são todas novas e têm preços que variam de R$ 20,00 a R$ 100,00! Vai ser um sucesso!!!

Obrigada por tudo! Colaboradores: vocês arrasam!

Beijão,

Fê Lellis

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Parabéns: 2 anos de casados

Mila e Rick, hoje vocês fazem 2 anos de casados.

Parece que foi ontem mesmo que estávamos todos na correria para celebrar esse Sacramento e nos alegrarmos com a união de vocês. Não sei se lembram do corre corre, do dia chuvoso na véspera do casamento, de nossas certezas e incertezas do que iria acontecer. O Rick em cima do telhado da casa, preparando uma lona, caso chovesse no dia, a Mila desesperada na porta da igreja, na hora do casamento, pois a vovó não chegava e outros tantos casos divertidos que nos fizeram sorrir depois que tudo passou. E é isso mesmo, tudo passa!


No dia seguinte, fomos abençoados com um dia maravilhoso. O sol apareceu e o dia foi abençoado por Deus. Abençoado em todos os sentidos, pois a união de vocês foi algo que Ele Decidiu, Iluminou e se fez Concretizar. Tudo deu certo. No improviso, na simplicidade, na humildade, na correria, tudo se Fez. Me lembro até hoje quando nós, Dimas, Cida, Henrique e eu, nos colocamos no altar para abençoá-los. E com que alegria fizemos isso! Foi o momento que nos unimos, nos juntamos e nos tornamos uma única família. 



Família essa que está presente o tempo todo, mesmo na distância, bem perto de vocês, nem que seja nas orações, no coração, nos “whatsapps” da vida, mas fortes, corajosos e firmes na Fé e na Esperança. Somos todos cristãos, certos de que andando com Jesus vamos dando conta de tudo e dando a vocês o mínimo de carinho que conseguimos. Formamos então a família “Chicolicos”, é assim que nos chamamos, e nos falamos todos os dias através de palavras, de mensagens e de orações.

Mas hoje, além de cumprimentá-los pelo casamento, queria dizer que isso tudo só se concretiza não é por vocês, mas hoje queria colocá-los como coadjuvantes, pois nessa nossa caminhada, o nosso Ator principal é Deus. Só Nele podemos traduzir tudo isso que estamos vivendo. Só por Ele podemos dar testemunhos da presença Dele em tudo que nos acontece.

A dor de ouvir sobre a sua doença Mila, foi muito grande para todos nós, mas só Nele pudemos encontrar forças para nos unir e até mesmo sermos alegres diante de todos os fatos. Parece impossível dizer Alegria em um momento desse, mas sabemos que  Deus é um Deus de Alegrias e que não é de doenças. Por isso em todos os momentos que estamos entristecendo, Ele nos encontra na nossa Miséria e nos coloca erguidos e prontos para a caminhada.


Ele tem se feito presente em muitos momentos, em muitas pessoas. Ele vai abrindo todas as portas, Iluminando nossas estradas, nossas decisões e não nos deixa baquear. Temos estado com nossos corações serenos e prontos para o que der e vier. Temos recebido muitas ações solidárias, temos encontrado com pessoas distantes, com aquelas que não nos veem há tempos e que têm nos dado o colo amigo. É impressionante como o colo que recebemos é Dele, pois é carinhoso, afetivo, consolador e nos enchem os olhos de lágrimas, pois o calor do Espírito Santo nos esquenta e nos acolhe, e sentimos. 

O cuidado de Deus que se Fez Carne é algo que só Experimentando nos faz entender e compreender que há Mistérios inexplicáveis, mas que não é preciso explicação pra algo que se Confia. Só Confiando é que a gente se Entrega de olhos fechados na Certeza de que um Pai não deixa um Filho. E com a certeza de que Tudo temos quando nos Entregamos. Nada nos falta. 

Por isso, meus queridos, Ele é o Ator principal de nossas vidas. Não há Amor Maior que Esse. Podem ter certeza disso. Hoje, temos a certeza que temos a nossa missão, vocês têm uma missão importante que é a de Evangelizar. Vocês escolheram esse caminho e é nele que vão trilhar e vamos todos juntos, unidos a vocês e a Ele. Nada vai nos faltar para realizar tudo que Ele nos determinou e Escolheu para fazermos. Somos instrumentos nas mãos do Senhor. Que Ele faça a Sua vontade. 

Temos procurado sermos humildes para aceitar e esperar tudo que vem pela frente, aguardando o Tempo Dele. O Tempo que não é nosso e que só vamos entender todos os seus propósitos, depois. Rezamos e pedimos a Ele todos os dias que nos dê Sabedoria para compreender. Que Ele possa Iluminar todas as nossas decisões. Hoje só temos uma única certeza, que se não damos conta, Jesus nos carrega. Se choramos, Ele nos Acha, basta nos entregarmos. Se confiamos, Ele providencia, ele Acolhe e nos Ama. Um Amor que é incondicional. E para entendermos a Sua Misericórdia, basta silenciarmos, aquietarmos, pararmos e abrirmos os braços. Ele está junto de nós.

Parabéns meus queridos por essa caminhada, vocês estão cumprindo uma parte do que prometeram junto a Ele, no altar , fiéis nas dores e nas doenças. Que vocês caminhem junto a Ele sempre, ou melhor, atrás Dele para que Ele possa Iluminar o caminho de vocês. Que a gente saiba esperá-los de volta às nossas casas, no Tempo e na Alegria de Deus e sempre certos de que tudo que fazemos, a Glória, é do Senhor.

Amém!



Júnia Rohlfs

sexta-feira, 3 de abril de 2015

Ciclo 2 - #dia1

Hoje escrevo antes do fim da aplicação da medicação imunoterápica da Chicalica. Chegamos cedo, pois às 8h ela tinha que retirar sangue para que os exames ficassem prontos para a consulta com o Dr. William às 9h30. Aguardamos até às 15h quando começou a aplicação, providencialmente coincidindo com o horário da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo. Como a própria Chica falou, é ela recebendo o sangue de Jesus Crucificado, purificando o dela.

Preparando-se para a medicação e orações às 15h!

Pela manhã, enquanto esperávamos chamarem a Chica para o exame de sangue, estive observando outros pacientes na recepção. Cada um com sua história de luta contra o câncer, em busca do seu tratamento, cada qual em seu estágio, com suas dores. Alguns visivelmente ainda no princípio, mais assustados e menos acostumados àquela multiplicidade de pacientes. Outros pacientes já sofrendo com os efeitos do tratamento, já mais cansados, cobrindo algumas vezes a cabeça com lenços, bonés ou toucas, outros ainda com cadeiras de rodas ou com acompanhantes ajudando a difícil caminhada.

Esta doença não escolhe gênero, idade, etnia, nacionalidade, e, principalmente aqui no MD Anderson, por ser um hospital referência para tratamento exclusivo do câncer, encontramos com pessoas de todo lugar do mundo, cada qual com sua luta! Pai cuidando de filho, sobrinho cuidando de tia, netas cuidando do avô, marido cuidando da esposa, filhas cuidando da mãe, amigo cuidando de amiga... O cuidado que os familiares ou amigos têm com os pacientes é cativante e emocionante. A solidariedade através da companhia, atenção e carinho.

E nós só temos a agradecer por toda a solidariedade que temos recebido. Apesar de estarmos longe, temos companhia constante e sentimos o carinho dos amigos através das mensagens pelo facebook, instagram, whatsapp, email, mensagem, ligação, cartas, etc. Algumas vezes são através de orações, outras são histórias inspiradoras de vitórias, outras mensagens de apoio, esperança, força e energia positiva!  Cada um com sua crença nos enviando os melhores sentimentos e desejos de recuperação.

Confesso que o primeiro instinto ao descobrirmos a doença era de entrar em recolhimento, isolamento e silêncio. As ideias foram mudando devido ao acolhimento de todos ao contarmos da notícia e pudemos quebrar a “barreira da divulgação”. A partilha possibilita ao outro a solidariedade e isso torna o fardo mais leve.

Após virmos para cá e sabermos da solicitação financeira para o tratamento, que ultrapassava e muito as nossas possibilidades, veio o sentimento de impotência e a necessidade de vencer também a “barreira do pedir”. Humildade foi a palavra-chave para propormos a ação social na Internet. Já havíamos recebido várias ideias que não haviam nos cativado tanto, mas quando surgiu a ideia de sortearmos o nosso próprio carro foi um alívio. Aquilo significaria para nós que estaríamos não só pedindo ajuda, mas também recompensando as pessoas pela doação, com a possibilidade de ganhar o carro.

Em menos de 1 mês os bilhetes estão acabando, certamente mais de 90% já vendemos, e os testemunhos das pessoas que estão ajudando nos emocionam. Cada bilhete foi especial! Pessoas que doaram o que não podiam, crianças esvaziando seus cofrinhos de moedas e outras abrindo mão do presente de aniversário para doar, doadores anônimos, outros que disseram que devolverão o carro, outros que doarão para uma instituição carente, outros inclusive em busca do primeiro carro! Todos muito especiais. Além disso, nos emocionam as outras iniciativas como, diferentes sorteios, feijoadas beneficentes, bazares...

Aqui plagiarei o relato de uma carinhosa colega que enfrenta um câncer com o filho: “A gente é criado para superar, vencer, conquistar… De repente você descobre que sozinho não consegue salvar seu filho, pelo menos não no pouco tempo disponível. E aí a figura do vencedor tem que dar lugar à figura do próximo, aquele que precisa de ajuda.”

E completo...sem a fé não conseguiríamos chegar até aqui, sem a fé não confiaríamos que a cura está próxima e sem a fé a alegria e sorrisos não estariam em nossos rostos.


Uma abençoada sexta-feira Santa a todos, com a certeza que após a paixão vem a ressurreição!

Henrique Rohlfs