sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Declaração de amor.

Camila,

Não sei dizer ao certo quando nossa amizade começou. Só sei que aconteceu, nasceu, cresceu e deu frutos: cem por um. Você ainda era uma adolescente e naquela época nos víamos pouco, mas sempre que nos encontrávamos era alegria, verdade nos olhos, confiança, conversas que se estendiam por horas a fio e amor. Foi então que você me convidou para ser sua dinda de Crisma.  Meu ‘sim’ foi de intensa felicidade e naquele dia de Pentecostes você estava linda recebendo tão belo e assumido compromisso. E dali em diante nossa afinidade e companheirismo só fizeram aumentar. 

A vida nos deixou mais próximas. Acho que a partir daquele momento, o Espírito Santo nos abençoou de uma maneira diferente. Era uma enorme alegria receber suas breves visitas no horário do recreio: era “Deus te abençoe”, um sorriso, um olhar e você voltava correndo comendo alguma coisa rua afora... Tempo bom demais, tempo breve! Depois, Belo Horizonte e Ouro Preto te esperavam. Entre tantos compromissos, você sempre vinha me ver e nosso tempo bom nunca deixou de existir. Nossa amizade é coisa de Deus. Meu coração fica imensamente feliz quando penso em você - minha amiga, minha afilhada - a pessoa que cuida de mim com tanta deferência e que me ensina a ser melhor aos olhos do Pai. Agora estamos distantes uma da outra: eu estou aqui e você aí tão longe. Mas nós bem sabemos que para estar juntas não é preciso estar perto: basta estar no coração, no pensamento e nas orações. Amo muito você e nunca deixei de rezar e pedir a Deus por sua felicidade. Você é tudo e muito mais! Um beijo da Dinda que está com muuuuitas saudades!

Ticidinha



quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Perder ou Ganhar, qual é o seu ponto de vista?

Oiiii meus queridos, tudo bem com todos? Espero que sim!

Esses dias, conversando com a Maricota comentei que não gosto quando as pessoas escrevem ou falam que alguém perdeu a luta contra o câncer. Para mim essa expressão demonstra uma falta de confiança em Deus... sei lá, pode parecer bobagem, mas perder ou ganhar depende muito do ponto de vista!

Semana passada li um poema na capela do hospital e fiquei matutando... eis à conclusão que cheguei: sim, o câncer vai comendo pelas beiradas, chega de mansinho e vai arquitetando sua abrangência, ele corrói seios, pulmões, pernas, braços, medulas... mas isso é pequeno em relação ao que ele NÃO pode fazer... pois ele não pode mutilar o amor, não pode destruir a esperança, não pode corroer a fé, não pode destruir a paz, não pode matar as amizades, não pode tirar a coragem, não pode invadir a alma, não pode roubar a vida eterna, não pode vencer o Espírito... Portanto, na minha opinião o câncer é na verdade muito limitado... e podemos ganhar independente de continuar a viver aqui na terra, porque a vitória depende simplesmente da forma que vivemos o caminho!!! Morrer não significa perder uma luta, até porque o câncer não tem todo esse poder... perder ou ganhar depende de nós, pacientes, familiares e amigos!!!

Eu sei que estou vencendo, independente das circunstâncias, pois tenho a Santíssima Trindade que caminha ao meu lado e dentro de mim, tenho Nossa Senhora que me ampara o tempo todo, todos os Santos intercedendo por mim, tenho um marido maravilhoso que Deus me deu de presente, uma família extraordinária que não desiste em nenhum momento, não se deixam abater, amigos que se desdobram e fazem tudo para me ajudar a vencer... Portanto não tem erro, estou vivendo meu milagre e isso não tem preço, sou uma vencedora, pois é assim que vivo... e não desisto nunca, porque Deus é maior que tudo, tem todo o controle e é bom o tempo todo!!!

E agora estou pronta para responder a pergunta que não quer calar: “Como você está?”

Estou “bueníssima”, me acostumando com os novos efeitos colaterais, me adaptando às novas limitações...

Hoje os resultados dos exames não foram muito bons, as alterações nos exames de urina complicaram um pouquinho e os exames de sangue pela primeira vez durante todo o tratamento saiu alterado, pequena queda dos leucócitos e das plaquetas! Já estamos com novo cardápio para ajudar a restaurá-los!!!

Além disso, tenho náuseas, dores nas costas, nas costelas e na perna... E isso é tudo... Todo o resto está 100% e continuo firme como sempre...

Sei que muitos, mas muitos mesmo estão rezando e intercedendo por mim... isso me fortalece e me faz caminhar de cabeça erguida, pois sei que nosso bom Pai tem ouvido a todos... A vigília de 24 horas continua e quem quiser nos ajudar, escolha um horário e peça a Deus pela minha cura todos os dias... Confio plenamente nessas orações pois, Jesus disse:

"Pedi e recebereis; procurai e encontrareis; batei e vos será aberto. Pois quem pede, recebe; quem procura, encontra; e, para quem bate, se abrirá.” Lucas 11, 9-10

Algumas fotinhas...

Contei para vocês do chá de lenços que fizeram para mim no Brasil? Foi lindooooo, acompanhei tudinho de Houston kkkkkk... A Nanda trouxe para mim... olhem que topppp

Lindezas no chá de lenços

Minha mala de apetrechos. Obs. Tenho muiiito o que usar...kkkkk

Farra para experimentar...kkkkk

Farra para experimentar...kkkkk

Farra para experimentar...kkkkk

Farra para experimentar...kkkkk

A Nanda e a Tia Tereza vieram nos visitar, foi muito bom para nos animar... A Maricota continua conosco, ficará até o início de dezembro... Eu não digo que Deus é bom o tempo todo e prepara tudoooo!!!

Maricota, Nanda, Therê, eu e o Chico Lico

No hospital estreando presentes

Com a florzinha

Dias de hospital...

Com Padre Libério e a Maricota


Com Padre Libério e o Chico Lico

Preparando para gravar vídeo de testemunho para o EJC

Muitos bjos e abraços bem carinhosos!!!